8 de jul de 2019

Álbum: Doom Days - Bastille


Lançamento:14 de junho de 2019
Gênero: Indie rock
Duração: 40:00
Gravadora:Virgin Records

Hey gente, tudo bem com vocês?

Eu estou super animada com o post de hoje pois é sobre o álbum que está sendo minha trilha sonora desde que comecei a ouvi-lo. Hoje iremos falar sobre Doom Days da banda Bastille

Bastille é uma banda britânica formada em 2010, com Dan Smith, Chris Wood, William Farquarson e Kyle Jonathan Simmons como integrantes. O som da banda é definido como pop , indie pop e dance e atualmente eles possuem contrato com a Virgin Records. A música que me fez conhecer a banda, e a maioria das pessoas, foi a Pompeii em 2013.

 Doom Days é o terceiro álbum de estúdio da banda e foi lançado dia 14 de junho de 2019. O conceito dele é de que todas as músicas se passem no decorrer de uma noite de festa e possui temas como escapismo, amizades e o papel da esperança além de apresentar um ambiente de caos e euforia sentimental.

O álbum possui 11 músicas (2 bônus) e 4 já foram single que começou com Quarter Past Midnight em maio de 2018. As músicas do álbum possuem um horário   como se cada uma se passasse na mesma noite em sequência. 



Músicas de Doom Days

Quarter Past Midnight abre o disco e é uma música sobre aproveitar a vida noturna. O vocalista Dan Smith durante uma entrevista disse que queria capturar o sentimento de excitação de estar fora enquanto todos estavam em casa, uma vez que durante a noite tudo parece diferente e uma realidade nova. Eu amei essa música e ela dita o que veremos pela frente no álbum, é legal ressaltar a mudança de energia da música entre o começo e refrão. A próxima faixa é Bad Decisions que possui três intenções: 1ª sobre coisas que não boas para nós e fazemos 2ª sobre relacionamentos destrutivos que não queremos sair 3ª sobre escolhas coletivas como as de eleições e afins, que grupos de pessoas querem coisas diferentes, mas todas devem lidar com o resultado final. Os eventos dessa música ocorrem 33 minutos depois de Quarter Past Midnight. Então temos The Waves, a música é sobre uma pessoa vendo os atos dos outros durante uma festa, e o legal é que a música possui o momento de festejar e de fazer coisas loucas e do outro lado o estado de lucidez por ser atingido por suas lutas internas enquanto devia estar só festejando. É bom observar que os tons dessa música sobem e descem como ondas e no fim parece que está embaixo d'água. Divide é a quarta música e é sobre uma pessoa tentar ficar na festa para que não sejam atingidos pela realidade quando chegar em casa. A música é a mais simples do álbum contanto com piano, voz e bateria.

Divide é em um nível sobre ser aquela pessoa que não quer que ninguém saia de uma festa e quer que a noite continue para sempre, como bater na janela do Uber de alguém quando eles estão saindo gritando "Não vá!" É também sobre um rompimento, e também é sobre viver nestes tempos um pouco estranhos, onde o mundo é tão polarizado, e as pessoas parecem querer se recusar a realmente se envolver e ter uma conversa. Dan Smith para Billboard

Million Pieces é o tipo de música que imagino tocando na balada e muita gente pulando e cantando junto. A música é sobre tentar não se distrair com os problemas do mundo e só aproveitar o momento. É sobre não falar sobre coisas tão sérias para tentar se sentir um pouco leve. Pela cronologia, essa música é as 2:39 da manhã. Pequena nota: os riffs do começo é uma lembrança dos riffs sintetizadores dos anos 90. Doom Days chega como a sexta música do álbum, a letra basicamente fala sobre como o mundo está pegando fogo e em como o eu lírico quer ficar num estado em que não enxerga isso. A música também aponta sobre a foto de todos estarem tão viciados no celular, pornografia e até em fake news, já que escolhemos em o quê acreditar. O escapismo está muito presente nessa faixa, assim como esse desejo de se desligar de tudo. Essa foi a música que me inspirou a fazer esse post, na verdade, eu queria fazer um por trás da letra, mas o álbum todo merecia um lugarzinho aqui. Nocturnal Creatures é a próxima música depois de Doom Days, e é sobre tomar consciência sobre algumas coisas sombrias socialmente falando e arrumar um jeito de ignorar isso apenas aproveitando o momento. 4AM é a música das 4 da manhã mesmo, e é sobre a festa estar chegando ao fim e algumas pessoas já estão indo embora enquanto as outras estão pelos cantos ainda. A letra parece aquelas conversas de bêbados em que eles dizem o quanto estão felizes por conhecer seus amigos, sendo que os conheceu a uns 5 segundos. A música é simples e a voz e coral são o centro da música, eu amei o saxofone que compõe a faixa.



Another Place é uma música sobre a sensação de ambas as pessoas estarem felizes por viverem algo juntos, mesmo sabendo que aquela será a ultima vez a estarem juntas. Foi uma das ultimas músicas que o Dan escreveu para o álbum e ele queria algo caloroso e alegre. Você conseguiu meu amigo. Those Nights se passa pelas 5:46 da manhã e a pessoa está indo embora com alguém que não conhece sem saber se isso vai ser apenas algo do momento ou pode ser uma relação de verdade, e mesmo que ele não saiba o nome da pessoa, ele espera ter uma conexão para suportar o mundo desabando. “Você nunca vai chegar ao Paraíso em uma noite como essa”. A música possui videoclipe e eu achei bem interessante. Joy termina o álbum com uma pegada animada e que dá vontade de cantar junto com o coral. A música é sobre a manhã pós-festa e como tudo te atinge outra vez, mas você possui alguém que pode te endireitar e calar algumas coisas.



Eu citei acima 2 músicas bônus que seriam When I Watch the World Burn All I Think About Is You (Demo) e Easy Days (Demo) que estão disponíveis no álbum target. As músicas Quarter Past Mindnight, Doom Days, Those Nights e Joy possuem clipes, sendo apenas Quarter Past Mindnight e Those Nights seguindo a estética da festa em que se passava todo o álbum. Eu particularmente, teria adorado se o álbum fosse um álbum visual e cada clipe fosse o complemento do outro.

O álbum está super coeso e cumpre a proposta da abordagem do escapismo e as críticas às interações modernas. Eu nunca havia ouvido um álbum inteiro deles, e foi um ótima experiência, tanto as vozes quanto harmonia e arranja tudo é tão casadinho e nos faz sentir dentro daquilo que é até difícil explicar.

E você, já conhecia o álbum?
Beijos

Escute as músicas aqui:

27 comentários:

  1. ah que demais esse post! faz ja um tempo que nao escuto bastille e sempre achei as musicas deles ótimas!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Eu a-m-o as músicas dessa banda, são lindas demais!

    https://www.kailagarcia.com/

    ResponderExcluir
  3. Caramba eu não conhecia essa banda Bastille, mas super gostei das coisas que disse e fiquei curiosa pra ouvir esse novo álbum :)
    Em casa vou dar o play!!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não conheço a banda, mas vou procurar mais sobre eles. Parece bem bacana!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  5. AMOOOOOO, obrigada por me fazer lembrar de ouvir, ainda não escutei!
    Adoro os álbuns antigos, espero que não tenha tantas mudanças na sonoridade, pq rola muito isso né?
    Conhece a banda Amber Run? Tem um som bem gostosinho! Escuta e me fala depois.
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia mais achei interessante as músicas.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, Tay.
    Não conhecia nem o álbum nem a banda hehe. Quando o assunto é musica sou totalmente por fora. Raramente ouço alguma.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a banda, mas as músicas parece ser muito boas!

    Ótimo post!
    Blog da Juh
    Instagram @julianasrabelo
    Facebook

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto imenso dos Bastille, inclusive já os vi ao vivo duas vezes. O último concerto deles que fui foi no Rock In Rio Lisboa no ano passado e eles já tocaram algumas músicas deste álbum ao vivo! 😄

    ResponderExcluir
  10. Bem legal esse álbum. Não conhecia, mas curti :)

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  11. Eu não conheço, mas é provável que tenha ouvido músicas deles, é que eu não ligo para os nomes das bandas kkk
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não conhecia e pelo que ouvi aqui com certeza ouvirei com mais calma. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  13. Ainda não tinha ouvido esse novo álbum deles, mas gosto muito quando os artistas criam um conceito em volta da arte, as músicas em sequência criam quase uma história que se passa numa noite, isso é bem legal.
    Além de Pompeii, também conheci a banda pela música Of The Night, sem dúvida essa vc conhece, haha.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  14. Gosto muito do album mais antigo deles, a banda é incrível. <3 Niceness Beuaty Blogger

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda não parei pra ouvir esse álbum, mas agora lendo o post eu conheci melhor sobre o conceito dele e fiquei curiosa. Vou ouvir <3

    Beijo
    http://www.leiapop.com

    ResponderExcluir
  16. A única música que conhecia deles é Pompeii tanto que é uma das minhas músicas favoritas da vida!

    Um beijo,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  17. Muito interessante a proposta do álbum. Adorei sua resenha.
    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  18. AAAA que dica perfeita. Depois do seu post já baixei umas músiquinhas por adorei o album, não tinha ouvido antes.
    Beijinhos,

    lesjoursdemarcela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Já ouvimos falar dela :)

    Beijinhos :D

    http://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderExcluir
  20. Não conheço a banda, mas que legal!

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  21. Nice!

    Carina | https://carinazz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Eu escutava eles demais alguns anos atrás. Não sabia que eles estavam com disco novo na área, a forma como descreveu o álbum me despertou curiosidade, irei ouvir agora mesmo. Gosto bastante dos sons deles e estou memso precisando conhecer novas músicas rs https://itslizzie.space/

    ResponderExcluir
  23. Oi, Tay!

    Não conhecia esta banda. Achei interessante a proposta do álbum, de tudo acontecer numa noite de festa...

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir

DEARLY TAY
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL