18 de mar. de 2019

Álbum: We by Gnash

Artista: Gnash
Álbum: We

Lançamento: 11 de janeiro de 2019

Gênero: Alternativa/Indie

Garrett Charles Nash, mais conhecido como Gnash, ele é um cantor, compositor e produtor musical que nasceu em Los Angeles.

Ele lançou três EP intitulados U no começo de 2015, Me do final de 2015 e Us em 2016. Ganhou reconhecimento com o single ‘i hate i Love you’ em parceria com a Olivia O’brien, música que fez parte do EP Us. O som dele pode ser definido como hip-hop, R&B e alternativo.

We foi lançado no dia 11 de janeiro, e contém 13 faixas sendo 8 inéditas. We é como se fosse um raio X do coração do cantor, podemos ver a dor e por todos os momentos em que seu coração foi quebrado.

Esse álbum é brutalmente honesto e espero que o Gnash tenha ficado orgulhoso do produto final, pois é um trabalho incrível.

happy never after abre o disco com uma pegada leve e cativante, ele mistura o hip hop e eu adorei a escolha para a primeira música. No começo, eu achei que seria uma espécie de monólogo até o violão começar.

Se eu escrevesse uma canção para você, você a escutaria?/Se nunca tivéssemos nos conhecido, eu ainda sentiria a sua falta?/Vou continuar escrevendo até sentir que terminei/Essa história que nunca será nossa
imagine if é agitada e tem uma letra que dá vontade de cantar. E é sobre imaginar um relacionamento que poderia ser concertado se houvesse a possibilidade de voltar no tempo para ajeitar as coisas. O ponto alto da música é no trecho ‘Aye-oh aye-oh aye okay’

E só fiquei tão envolvido com o momento/ Nem mesmo percebi que tínhamos terminado

nobody’s home é aquela música sobre o jovem sem esperança que acabou de passar por uma desilusão e em certos momentos consegue esquecer que a outra pessoa não partiu, mas é atingido pela realidade. É tem uma pegada mais de soft hip-hop com um violão marcante.

Eu espero que eu te perdoe um dia/Mas hoje é apenas mais uma segunda-feira

t-shirt é a minha favorita do álbum, é sobre um fim de relacionamento e de uma pessoa atormentada com um lembrete que tudo acabou. Quem não odeia uma camiseta esquecida, não é?

O refrão é daquelas para cantar alto

Eu te dei amor e você, simplesmente, foi embora/Depois me disse que eu não merecia ser magoado/Eu tentei esconder, mas não isso não pode piorar/ Você partiu meu coração e só me deixou essa camiseta
DC Music 
Insane é aquela música que colocamos para repetir, ela é sobre uma pessoa lidando com o fim. A instabilidade mental é bem comum em um rompimento e o cantor aborda esse lado das dúvidas e do ‘onde eu errei?’. Só que mesmo assim, ele sente aquele alívio na insanidade de que se ele tiver, ele poderá se livrar da escuridão e se sentir menos ansioso.

Eu perguntei ao meu terapeuta, minha mãe e meu pai o mesmo/ Eu perguntei aos meus amigos e familiares, todos eles dizem que eu sou o culpado/ Eu passei todo esse tempo fingindo que estou bem/ Bem, eu não estou bem

dear insecure é uma parceria com o Ben Abraham, a música aborda o tema insegurança e começa com todas aquelas vozes que a insegurança nos trás e termina com a aceitação.
Ah, insegurança/ Está hora de fazer você tirar sua mão de mim/ Me liberte, vou deixar você ver que tenho orgulho de quem sou/ Do jeito que eu sou/ Tenho orgulho de quem sou


pajamas foge totalmente dos temas encontrado nas outras músicas do álbum, entretanto, ainda segue a vibe do Gnash mostrando uma canção mais leve e como se fosse uma conversa com o ouvinte pela tom da música.

Vamos assistir TV com o som desligado/ Porque as notícias são sempre ruins/ Vamos ser imaturos e ignorantes/ Porque eu não sinto vontade de ficar triste/ Eu me pergunto se a última geração foi melhor/ Eu me pergunto se o próximo vai para o inferno/ Eu sou a solução, eu sou o problema?/ Porque às vezes eu não posso dizer

wait foi uma música que eu demorei a apreciar, eu precisei saber todas as palavras antes para poder sentir uma ligação com a música. Ela é sobre uma pessoa que reconhece seus erros e está esperando o outro perceber que ele também possui falhas e que ambos podem dar certo se cada um souber aceitar o outro.

Você acha que estamos perdendo, querendo dizer/ E eu acho que sei as razões/ Eu acho que o universo apenas tentando me testar/ Com peso no meu prato que você me estressa/ Eu tento te dar o melhor de mim/ Mas apenas no caso de você encontrar o próximo eu

the broken hearts club é totalmente honesta e transita por nossas emoções. É sobre achar conforto depois do fim, mesmo que seja na tristeza. O clube dos corações partidos sempre tem vaga.

Eles disseram: Venha ser o mais novo membro do clube dos corações partidos/ Nós odiamos cada pequena coisa sobre as pessoas que amamos/ Nós somos a decepção, nós somos os mentirosos, para onde os perdidos vão e se identificam

feel better começa com um rap/monólogo e é sobre que quando temos alguém nos sentimentos melhor, que dois são melhores que um e que sempre dá para achar um lugar para se sentir melhor. É uma das mais fofas para cantar para alguém.

O amor não tem sido bom para minha saúde/Mas você não é plano b e você me entende/E eu não posso manter minhas mãos para mim?

Be segue a mesma linha de feel better e é mais sobre a parte feliz do amor quando nos questionamos o que faríamos/seríamos sem a outra pessoa e em como é aterrorizante pensar nisso.

Se nós nos separarmos/ Quem devo chamar para me ajudar a consertar meu coração?/ Se nossos sentimentos desaparecerem e seguirem caminhos diferentes/ Quem será minha luz na escuridão?

i hate u, i love u é parceria com a Olivia O’brien e é a música estrela do álbum, ela foi a canção em que o Gnash ficou conhecida e trata dos dois gumes do amor. Entre amar e ao mesmo odiar alguém e em como as adversidades podem acabar com algo.

Sempre sentindo falta de quem eu não deveria sentir/Às vezes você precisa queimar algumas pontes para criar alguma distância/Eu sei que eu controlo meus pensamentos e que eu deveria parar de lembrar/Mas eu aprendi com o meu pai que é bom ter sentimentos

p.s fecha o álbum e não podia acabar de uma forma melhor. A música se trata sobre que tudo que foi plantado em um relacionamento, dará frutos mesmo depois que acaba. E que mesmo após o fim, podemos deixar apenas as coisas boa se continuar tendo um ‘nós’ mesmo quando vira só um ‘eu e um você’.

Eu tenho sementes porque se colhermos o que semeamos/Eu te plantei um jardim onde suas flores podem crescer/ Eu acredito em você e eu e nas costuras podemos costurar

Esse álbum combina as batidas modernas com instrumentos já conhecidos, e fica maravilhoso. Ele fica andando pelo íntimo dos sentimentos e nos trás um som gostoso de ouvir e pensar nas coisas. O álbum todo contou uma história e o interessante, é a capa do álbum que é cheio de flores e cada flor e as borboletas separadas eram a capa de cada single. 

Eu acredito muito nessa galera da música independente que testá no mercado, é tudo tão refrescante e novo e mesmo assim conseguimos nos conectar pois não é algo exótico.



Já tinha ouvido falar nesse trabalho do Gnash?
Beijos

20 comentários:

  1. Não o conhecia, mas vou ouvir melhor esse álbum!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse álbum, nem o Gnash, mas parece ser interessante. Gostei de algumas músicas.

    Iasmin Guimarães | E agora?

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse cantor,mas deve ser muito boa as músicas dele. Vou ouvir sim para conhecer.
    Bj.
    http://blogcarolarruda.blogspot.com
    @blogcarolarruda

    ResponderExcluir
  4. Morrendo de amores por esse álbum, as músicas são muito lindas!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, não conhecia esse cantor, já vou colocar na minha play, boa semana.

    Visite: https://eumicaeli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Eu não conheço mas você está amarrada kkk
    Essa da tshirt é bem chato né?
    Xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  7. ainda nao conhecia esse artista, gostei mt de conhecer a musica e o album em detalhes

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia,mais depois eu vou ouvir todo o álbum para conhecer mais sobre a música.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie,
    Conheci Gnash por "i hate i love you", amo essa música.
    Vou escutar o álbum com calma.
    Beeeijoo!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
  10. Gostei da dica, eu quero ouvir esse álbum.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  11. Oi, Tayane!

    Adoro conhecer novos artistas... Gostei da dica!

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia, mas amei em conhecer.

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.blog/

    ResponderExcluir
  13. Adoro conhecer música nova, ainda não conhecia mas vou conhecer o novo álbum!

    Um beijo,
    Blog da Kitbox

    ResponderExcluir
  14. Nossa não conhecia ele, vou dar uma escutava nas músicas! :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu não conhecia esse cantor! Mas adorei as letras, todas traduzidas quase que me retrata, hahhaa
    Niceness Beauty Blogger

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse album, mas vou captar a dica pra ouvir antes de dormir.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia, mas já gostei da dica!

    https://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Não escuto muito dele, mas vou ter que ouvir esse álbum só pelo girassol na capa kkkk

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  19. Achei os temas tratados bem interessantes e a capa é incrível.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

DEARLY TAY
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL