17 de jun de 2019

Linhas Alheias: Why She Disappeared

Quando ela caiu, ela desmoronou.
Rachou seus ossos na calçada que ela uma vez decorou
como uma criança com giz na calçada
Quando ela caiu, suas roupas se desintegraram e explodiram
com os ventos que levaram todos os seus amigos de bom tempo

Quando ela olhou ao redor, sua pele estava salpicada com tinta
formando palavras de mil vozes
Ecos ela ouviu mesmo em seu sono:
"Tudo o que você diz, não é certo".
"Tudo o que você faz, não é suficiente."
"Sua gentileza é falsa."
"Sua dor é manipuladora".

Quando ela estava lá no chão,
Ela sonhava com máquinas do tempo e vingança
e um amor que era realmente algo,
não apenas a ideia de algo.

Quando ela finalmente se levantou, ela se levantou lentamente
Evitando assombrações antigas e evitando centavos brilhantes
Desconcertante de telefonemas e promessas,
Charmers, dândis e esquemas de amor-rápido

Quando ela estava de pé, ela ficou com um conhecimento desolado
Entrou no escuro, selvagem oceano até o pescoço
Banhado em seu quebrantamento
Disse uma oração de gratidão por cada fresta na armadura que
ela nunca soube que precisava
De pé de ombros largos ao lado dela
havia um amor que era realmente algo,
não apenas a ideia de algo.

Quando ela se virou para ir para casa,
Ela ouviu os ecos de novas palavras
"Que o seu coração permanecer quebrável
Mas nunca se pela mesma mão duas vezes"
E ainda mais alto:
"sem o seu passado,
você nunca poderia ter chegou-
tão maravilhosamente e brutalmente,
por projeto ou alguma casualidade violenta e deliciosa
... aqui ".

E na morte de sua reputação,
ela se sentiu verdadeiramente viva.

Esse poema a Taylor escreveu para a Era Reputation. Uma curiosidade legal, é que ela ganhou um concurso nacional de poesia quando tinha 10 anos.

6 comentários:

  1. Eu adorei! <3

    https://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  2. Que lindo poema! Parece uma canção.

    https://naoseavexe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Bem reflexivo este poema da Taylor.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. E não foi por menos que ela ganhou o concurso, né? Que escrita linda!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema da Taylor e bem reflexivo. Gostei do final!

    bjs

    Ariadne ♥
    De volta ao retrô | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tay!

    Nossa, que legal! Não sabia desse lado poetisa dela...

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir

DEARLY TAY
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL