27 de jul. de 2020

Minha Adorável Esposa - Samantha Downing

Já começo essa postagem informando: NUNCA ME SENTI TÃO MANIPULADA COMO ME SENTI COM ESSE LIVRO.

Sinopse: Um casamento sólido de quinze anos, do qual nasceram dois belos filhos. Uma boa casa e empregos estáveis. Poderia ser a descrição de milhares de casais norte-americanos; a não ser por um detalhe: esses dois matam pessoas. É assim que eles mantêm acesa a chama da atração: com noites românticas para escolher as vítimas como em um cardápio de um restaurante. Cada prato tem temperos especiais para despistar a polícia e a imprensa. E, por melhor que seja a refeição, eles sempre vão querer mais.

Em minha adorável esposa conhecemos uma típica família americana, temos o marido que é um professor de tênis, a sua esposa Millicent e seus filhos adolescentes Jenna e Rory. A família a primeira vista parece totalmente comum, mas os pais tem um pequeno segredo: gostam de matar mulheres.

O livro é narrado na perspectiva do marido e cabe a ele a função de achar as mulheres que serão mortas, para isso, ele assume a identidade de Tobias um cara surdo em um bar e a função de Millicent é a de matar e sumir com os corpos.

Tudo está indo totalmente bem nas atividades extracurriculares do casal, até que uma das vítimas é encontrada em um hotel abandonado e atrai a atenção da mídia. Então Millicent tem a brilhante ideia de atribuir o crime a um antigo serial killer da cidade.

O livro possui capítulos curtos e é uma leitura viciante, mesmo que no começo fique um pouco parada a história. Eu ainda não havia tido contato com a autora e foi uma boa experiência. A escrita da Samantha Downing é simples e fluida.

Com a atenção da polícia e da mídia tentando encontrar o serial killer, eles decidem mandar atiçar a mídia mandando cartas e avisando antes de pegar uma vítima, mas então Tobias começa a desconfiar da própria esposa.

Eu achei o casal um tanto quanto estranho, por muitas vezes o marido adora a esposa e logo depois sentia repulsa. Também tem a questão dos filhos, já que o medo do serial fez a Jenna sentir muito medo a ponto de precisar dormir com uma faca e mudar sua aparência para não ser assassinada e o filho que chantageia o pai e fica tudo bem.

Do meio para o final do livro, as coisas se desenrolam mais rápido, até mais rápido do que o necessário.

As 384 páginas do livro são terminadas sem que percebêssemos por ter uma narrativa muito cativante. O livro tem vários momentos do passado para explicar algumas situações e como tudo começou.

Eu amei o livro, mas alguns pontos do livro poderiam ser bem melhores, talvez detalhes dos crimes ou uma explicação melhor da motivação.

O livro tem um desfecho rápido e que eu esperava uma parte e a outra não, mas a pior parte pra mim foi o epílogo, pois senti que tinha sido manipulada o livro todo para tomar um partido.

É uma leitura agradável e eu recomendo. A Amazon comprou os direitos do livro e logo logo deve chegar alguma adaptação.

E você, já conhecia o livro?

Beijos

10 comentários:

  1. Não conhecia, mas fiquei morrendo de vontade de conferir. Agora quero saber a motivação deles em assassinar as vítimas.

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. Confesso que apesar dos pontos negativos, a resenha me deixou curiosa, quero ver o desfecho de um casal "normal" que matam pessoas kkk e tomara que vire série!

    Beijoos,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  3. gostei da narrativa que o livro leva, é bem a leitura que curto.
    Adorei a indicação. Tenho lido muito na quarentena.
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  4. caramba, parece super intrigante
    fiquei curiosa pra ler

    beijo
    A mina de fé

    ResponderExcluir
  5. Uau, amei conhecer esse livro, apesar dos pontos negativos, fiquei doida para conhecer! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Amei a premissa desse livro, e apesar das ressalvas, eu gostaria de conferir a leitura dele, uma pena que só tem a versão em inglês na Amazon.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  7. Quando eu vi esse livro, achei que era tipo um chick-li e tal... Ledo engano, né? Hahaha. Li um dia desses um post falando sobre essa história e pensei "ainda bem que eu não li". Acho que essas leituras prendem do início ao fim, mas dão um embrulho no estômago. Não sei se conseguiria embarcar nesse momento não! E eu preciso assistir algo na Amazon. Eles tão que tão! ^^

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Tay.
    Eu particularmente gosto quando sou manipulado pelos autores hehe. Eu nunca ia imaginar com essa capa que seria esse tipo de enredo e fiquei muito interessada em ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Gostei da capa do livro e já fiquei pensativa quando escreveu que foi manipulada com esse livro de cara pensei que não leria. Depois ao ler sua resenha fiquei com a pulga atrás da orelha e confusa se lerei algum dia rs
    Espero que em breve saia em português pois, não sei ler nada em outro idioma rs
    Beijocas.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir

DEARLY TAY
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL