Resenha: O bebê é meu - Oyinkan Braithwaite


Ano: 2021

Páginas: 78

Editora: Kapulana

Sinopse: Em O bebê é meu (The baby is mine), a nigeriana Oyinkan Braithwaite cria uma história de suspense e humor ácido que envolve duas mulheres que disputam a maternidade de um bebê. Numa cidade da Nigéria, no período de lockdown durante a pandemia da Covid-19, um casal se separa. Ele, Bambi, é expulso do apartamento onde vivia com a namorada Mide, e busca refúgio na casa de seu tio – falecido no início do surto. Surpreende-se ao encontrar a casa habitada: pela viúva do tio, Bidemi, pela ex-amante do tio, Esohe, e por um bebê. O mistério consiste em descobrir, em meio a uma situação de isolamento, quem é a mãe do bebê: Bidemi ou Esohe?

 


A Oyinkan Braithwaite já tinha conseguindo prender minha atenção com o livro Minha Irmã, a Serial Killer e não foi diferente com O bebê é meu.


Nessa história, temos Bambi como nosso protagonista. Ele está totalmente confortável na casa da namorada Mide, com quem passa o começo do isolamento social, tudo estava indo bem até Mide descobrir evidências de uma traição no celular de Bambi e prontamente o expulsar de casa.

 

Sem ter para onde ir, já que sua vaga no antigo apartamento já foi ocupada e sua irmã está fora do país, ele acha que sua única alternativa é ir para o bangalô do seu avô que quem morava era seu tio, antes dele morrer de covid. Bambi achava que o imóvel estaria desocupado, mas tem uma surpresa ao encontrar a viúva e a amante do tio no local e de bônus, ainda tem um bebê. Mas ai que começa o desenrolar do enredo, ambas afirmam serem mães do bebê e ele toma para si a responsabilidade de resolver a situação.

 

O livro segue o mesmo contexto da história bíblica, O Julgamento de Salomão, em que o rei tenta descobrir quem é a mãe de uma criança e ao tomar um decisão extrema, a verdadeira mãe se revela por meio de abrir mão da verdade pelo melhor da criança. Em O bebê é meu, a autora explora o machismo e a misoginia Nigéria, uma vez que ambas as mulheres enxergam a outra como a errada da história, sendo que o marido infiel deveria ser o alvo da raiva.

 

A história toda é da visão do Bambi, então uma hora concordamos com ele que uma mãe é mais suspeita que a outra, então a história gira e mudamos de lado. Em alguns momentos da história, me questionei não sobre a maternidade do bebê, mas sobre a paternidade e eu realmente gostaria que esse conto fosse uma história mais longa para ter um desenvolvimento maior e mais elementos.

 

O livro mistura thriller, drama e um alívio cômico que faz o livro ser totalmente interessante e acabar rápido. Eu gostei muito do tema do livro e em como a autora critica sutil a cultura do 'se um homem traiu, ele é perdoado. Quando é uma mulher, é mais difícil perdoar'. E numa sociedade patriarcal, esse ponto influencia muito em que lado vamos escolher na história e o desfecho deixa isso bem claro, uma vez que acho que ninguém condenaria a atitude final de Bambi.

 

É uma leitura rápida e muito divertida. E esse livro foi publicado lá fora em um projeto chamado Quick Reads da The Reading Agency, que procura publicar livros rápidos e com fontes maiores para incentivar a leitura em pessoas que não leem muito.

 

E você, já conhecia o livro?

Beijos

20 comentários

  1. It does sound like a page turner indeed. Very much a thriller and mystery. I loved your review! Thanks so much. Thanks for your comments too! I so appreciate them ❤️

    ResponderExcluir
  2. So great to read your review. I love it! Yes, such a great premise. And I feel stories like this hit more home universally than we will ever know. Awesome!

    ResponderExcluir
  3. So cool to read your review. I do want to find this book now. I think it is a great literary piece too. Thanks so much! Thank you for your comments too!

    ResponderExcluir
  4. Very intriguing. Oh, it does sound so contemporary yet a classic story line to that is very universal. So great to read of the culture as well. Awesome review. Thank you so much!

    ResponderExcluir
  5. Não conheço ainda a escrita da autora, mas caramba achei essa história muito interessante hahaha Fiquei curiosa para ler!
     Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  6. Hola!
    ¡Gran reseña!
    No conocía este libro. Me atrapó la forma en que explicaste por qué te gustó. Sin duda alguna me lo llevo anotado.
    Un saludo

    ResponderExcluir
  7. I haven't heard of this book before but it sounds like an interesting story! thanks for sharing!

    Hope that your week is off to a good start :)

    Away From The Blue

    ResponderExcluir
  8. Parece um livro muito interessante.
    Gostei de saber que é um livro de leitura rápida.
    Bjus!

    galerafshion.com

    ResponderExcluir
  9. Gracias por la reseña, lo voy a tener en cuenta. Parece ser muy interesante. Te mando un beso.

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esse livro, mas achei a história bem interessante. Só me entristece que é bem curtinho, haha. Porque eu gosto mais de livros mais longos.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  11. Caramba parece ser uma história bem tensa!
    Acho meio trise isso da criança ficar no meio de uma disputa assim :/
    Achei interessante que tem umas referências a história bíblica também.
    Parece bem legal!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Great that this book is funny ❤

    ResponderExcluir
  13. Que bom que o livro prendeu sua atenção.
    Não é o tipo de leitura que eu me interesso, mas achei bacana.
    Beijos!
    www.pamlepletier.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Amei conhecer esse livro, parece que a história é boa.
    Não sei se lerei mas, deixarei aqui na lista para eu decidir depois.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Tay.
    Não conhecia ainda, mas já me interessei. Eu já li um livro que se passa na Nigéria e a gente acha que aqui as mulheres sofrem, mas estamos no céu se for comparar com a realidade delas.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Fiquei bem curiosa em ler esse livro, boa dica.
    Feliz dia internacional da mulher para a pessoa incrível que você é.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  17. Oi
    não conhecia, a premissa é interessante e até fiquei curiosa para saber quem é a mãe. Que bom que gostou da leitura.

    https://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Já quero ler, fiquei bem intrigada com esse livro e querendo saber do final dele

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir

Hello friend!
Eu sou a Tay Ribeiro, tenho 26 anos e moro no interior do Goiás. Viciada em vídeos de gatos fofos e em fazer listas. Aqui você encontra todas as coisas que eu mais gosto no mundo. more

Instagram

Dearly Tay / Theme by BD.