Leituras de Julho


Hey gente, tudo bem com vocês?

Agosto chegou e eu decidi trazer as minhas leituras de julho. Confesso que achei que li bastante, uma vez que fui viajar e depois fiquei borocoxó por uns dias. Eu não pensei muito nas escolhas, fui seguido o que já tinha em mente que queria ler ou só escolhendo por capa ou título. Só agora observando, percebi que peguei bastante livro do Kindle Unlimited e eu achei muito bom, pois tem que fazer valer a assinatura. Vamos ver quais foram os livros lidos?



Uma Segunda Chance - Colleen Hoover 

Será que todos merecem uma segunda chance? É o que mais deseja Kenna Rowan, na luta para recuperar os pedaços estilhaçados de sua antiga vida após um trágico acidente ter colocado tudo a perder. 


Em Uma Segunda Chance, conhecemos Kenna Rowan que passou os últimos cinco anos na prisão depois de um acidente. Após sua saída, ela decide ir para a cidade onde aconteceu o acidente pois é lá que mora sua filha, que nunca a conheceu.


Nesse livro, a Colleen Hoover traz mais uma história sobre perdão, redenção e com direito a persongens marcantes. Eu estava com bastante expectativa com a história, mas logo no começo não conseguia me apegar a Kenna e comecei  julgá-la pelos pedaços da história que era contada. A Kenna parece confusa, mas logo sentimos empatia e começamos a torcer por ela. 


Sobre o romance do livro, eu gostei muito do casal, se completam e se entendem e tudo mais, mas eu não consigo simpatizar por completo com casais em que algum ex parceiro tinha alguma ligação com o novo. Esse livro foi uma ótima leitura.


Disponível no Kindle Unlimited em inglês.



Depois da Caixa Preta - Rafael Weschenfelder


Entrar na Casa de Vidro, reality show mais badalado da televisão brasileira, é a chance de ouro para quem está atrás de fama e dinheiro. Mas não para Lorenzo… Três anos atrás, o ator de novelas adolescentes assistiu a sua namorada, Lisbela, mudar radicalmente de comportamento depois de ser chamada para conversar com a produção na Caixa Preta, único cômodo sem câmeras e com paredes não-transparentes da Casa de Vidro. Ao confrontá-la, após sua eliminação, quase não a reconheceu: assustada e paranoica, Lisbela falava sobre chips cerebrais para controlar os participantes e conspirações macabras da produção para conseguir audiência a qualquer custo. E o que já estava estranho ganhou ares trágicos quando a garota desapareceu, sem deixar rastros. Decidido a encontrar a verdade, nosso herói ingressa na vigésima segunda edição do reality, equilibrando-se entre conquistar o público e investigar a casa sob o olhar vigilante de centenas de câmeras. Conseguirá Lorenzo descobrir o que aconteceu com Lisbela dentro da Caixa Preta, ou acabará sendo mais uma peça de xadrez no tabuleiro da produção?


Eu já havia lido um livro do Rafael Weschenfelder anteriormente e quando vi que ele lançou Depois da Caixa Preta logo peguei pra ler. Nesse livro curto, somos lançados no mundo dos realitys e vamos acompanhando o Lorenzo tentar descobrir o que tem na caix preta, único lugar na casa de vidro onde se pass o reality que não é transparente. Ele quer saber o que acontece lá, pois sua namorad já havia participado anteriormente do programa e saiu mudada dizendo que eles implantavam chips nos participantes e logo em seguida desapareceu.


O livro segue o Lorenzo nos dias na csa e no passado pensando sobre o que o levou ali. A leitura desse livro é bem rápida e envolvente, você fica querendo saber o que está acontecendo realmente, se existe uma conspiração ou se Lorenzo só está sendo equivocado. Eu gostei do plot do livro e é um bom livro para sair da ressaca literária.


Disponível no Kindle Unlimited


Rua da padaria - Bruna Beber


Aqui está retratado, em verso e prosa, uma doce era na qual se malhava o Judas, as bolinhas de papel causavam alvoroço na aula e mexer na macumba das esquinas do bairro era uma excitante tentação. E no meio de tudo isso, Bruna ainda faz um recorte para nos apresentar um romance em 12 linhas dando uma aula de virtuosismo literário enquanto finca de vez seu lugar entre os grandes escritores brasileiros.



Todo domingo eu penso em fugir do país - Francisco Ramai


"Todo domingo eu penso em fugir do país" é o quinto livro de poemas de Ramai, autor iniciante que vem ganhando certa notoriedade nas redes sociais na última década, através de sua página @ramaieocaos.

Neste livro, que começou a ser escrito no auge da pandemia da Covid-19, Ramai trás textos com um tom desesperado e doce. Tratando, em poemas curtos e de linguagem simples, sobre sufoco, pressa e tristeza, mas interligando o desespero com declarações de amor.


Esses dois livros são de poesia e bem curtinhos. Li ambos durante um voo e foi uma ótima experiência. O meu favorito foi o Todo domingo eu penso em fugir do país, coloquei notas em quase todas as poesias e senti como se fosse algo que eu falaria para mim em diversos momentos.


Ambos disponível no Kindle Unlimited



Cosmoknights Vol. 1 - Hannah Templer


Cosmoknights é uma HQ sobre amizade, a busca de algo maior e mulheres fortes. Aqui conhecemos Pan, que trabalha na oficina do pai e gosta de olhar para o céu sonhando em sair para outros universos. Ela é amiga de Tara, uma princesa de verdade que sabe que vai chegar o momento em que gladiadores do universo irão disputar para ver quem irá poder ter a princesa para si. Tara pede ajuda a Pan, e então a amiga a ajuda a fugir. 


Anos após ajudar Tara, ver seu mundo sucumbir sem sua princesa e ainda sonhar em sair de onde mora, Pan precisa ajudar duas gladiadoras e decidi seguir viagem com elas pelo universo.


Essa HQ possui ilustrações lindas, uma história muito boa lançada em 2019. Eu amei como  autora trabalhou numa história neo-medieval trazendo uma redenção feminista pela busca de mudança e em como tudo funciona tão bem e dá um gostinho de quero mais. 


Você pode ler o primeiro volume aqui  e o segundo volume também está na mesma página. Disponível somente em inglês.


Pequena Assassina - LP Lovell


Criado por criminosos, fui moldado para me encaixar em um mundo sem moral.

E eu nunca tinha dado a mínima para nada até a noite em que vi um homem cair morto aos pés da minha pequena assassina. Tudo dentro de mim exigia que eu a tomasse, a possuísse… a consumisse. Ela chamou minha depravação e eu chamei a dela.

Pessoas como nós são monstros e não devemos ser dignos de amor. Mas

obsessão? Agora, essa é outra história…


E de novo, peguei um dark romance para ler. Eu não consegui formar uma opinião sobre esse livro. De um lado eu gostei que foi fácil de ler e eu queria saber o que iria acontecer, mas de outro, eu achei muito extremo. Só que nem posso reclamar dos temas fortes e explícitos pois eu sabia que era dark romance e peguei do mesmo jeito.


O casal era doentio, mas funcionava bem. Só queria que o final fosse melhor trabalhado, pois tinha um assassino na história e essa parte ficou bem pro final e corrido.


Disponível no Kindle Unlimited


Um Verão em Cartas - Beatriz Garcia


Ela nutriu um amor puro e intenso por ele desde a infância, os verões na casa de muros brancos eram banhados por música, pinturas na parede, dias inteiros na praia e pelo amor que cresceu no coração dela ao longo dos anos.

Um único verão. Três promessas. Um amor nunca esquecido.

É através de cartas que Christina Seward vai contar como foi viver seu primeiro amor. Sobre como foi amar Peter Conway.

Uma história sobre crescimento, música, anos noventa e um amor de verão avassalador. Porque, às vezes, a vida não permite segundas chances.


Eu não dava nada por Um Verão em Cartas, eu até me arrependi de ter decido ler, mas como já tinha começado, fui até o fim.


Nesse livro conhecemos Christina que está escrevendo cartas para Peter, seu amor de infância. Em cada capítulo, vamos conhecendo sobre a primeira vez que Chris foi para a casa de praia e viu Peter, sobre os verões em que contava os minutos para vê-lo, mas não tinha interação até chegar o verão em que eles ficaram. 


Uma coisa que me incomodou nesse livro e por isso que eu queria desistir no começo, foi o estrangeirismo que a autora usou em ambientar fora do Brasil, personagens só com nomes encontrados nos EUA e tudo mais. Eu queria ter visto a história deles sendo passando em uma praia brasileira, mas se  autora preferiu dessa forma por causa de um detalhe da história, eu relevo.


O livro basicamente é só as cartas sendo escritas, até que ela decide procurar o Peter e descobre algumas coisas. Eu esperava um livro levinho, e morri de chorar no final. O final do livro, mudou toda a perspectiva que eu tinha do começo do livro, e amei.


Disponível no Kindle Unlimited



Em busca de mim - Viola Davis


Em busca de mim conta a minha história, de um apartamento caindo aos pedaços na cidade de Central Falls, em Rhode Island, para os palcos de Nova York e além. Este é o caminho que percorri em busca de propósito e força, mas também para me fazer ser ouvida em um mundo que não me percebia.


Você deve conhecer a Viola Davis dos trabalhos dela no filme como A Resposta ou a série How to Get Away with Murder, eu também. Por isso, quando vi que ela lançou um livro, logo quis ler.

Nesse livro, conhecemos a vida da Viola desde cedo sendo a quinta filha de um total de seis. No livro, vamos conhecendo como foi sua infância pobre, com um pai violento, em como faltava o básico como água quente para tomar banho antes de ir para a escola ou lavar as roupas. Conhecemos sobre o racismo sofrido por ela, e desde as micro agressões até sobre o abuso sexual. 


O livro tem vários pontos sensíveis e em diversos momentos eu tive que parar a leitura. Nenhuma criança deveria ser exposta a tanta coisa absurda e dói saber que as pessoas sabem quem são essas crianças, veem as coisas acontecendo e não fazem nada.


Eu amei conhecer os outros lados da Viola Davis e toda a sua luta por um futuro melhor. Recomendo a todos a leitura.


E você, o que leu em julho?

Beijos

12 comentários

  1. Awesome July list! & I am just trying to get through Book Lovers! Which I love. I am a Hoover fan but I agree some of her books are easier to get into that others, but generally I always enjoy her reads.

    ResponderExcluir
  2. You always find a variety! I don't know if I could read some of these, but thank you so much for your wonderful reviews.

    ResponderExcluir
  3. Awesome post! So glad to see your July list!

    ResponderExcluir
  4. Thanks for the list! Gives me so many options!

    ResponderExcluir
  5. Very interesting for these hot summer days! You do such great lists!

    ResponderExcluir
  6. So good to see your list! In spite of a vacay you really got in some great reading! Have an awesome August! Happy reading!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu adoro Cosmoknights, acompanhei o primeiro volume conforme saía e estou enrolando para ler o segundo, que pena que Um Verão em Cartas foi uma decepção, a capa é uma graça!

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Eu curti muito Laura Lins do Rafael, mas esse Caixa Preta ainda não me empolgou. Tanto que dei uma pausa na leitura.
    Quero muito ler o da Viola, adoro ela.

    Sou muito de escolher os livros na Amazon por título e capa kkkkk

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  9. Você leu muita coisa interessante! Já anotei alguns para ler assim que possível.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  10. Oi Tay!
    Esse livro da Colleen foi um processo, no começo não estava fluindo, mas depois de terminar, quando a lágrima veio, soube que fui atingida, rs. Adoro como ela constrói os enredos!
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá, Tay.
    Eu amo o KU porque a gente lê bastante e rápido. O chato é que tem muita coisa bem ruim, ainda mais os nacionais que é o que mais leio. Fiquei bem interessada nesse ultimo porque sou bem fã dela. Não sabia sobre o livro.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Hello friend!
Eu sou a Tay Ribeiro, tenho 26 anos e moro no interior do Goiás. Viciada em vídeos de gatos fofos e em fazer listas. Aqui você encontra todas as coisas que eu mais gosto no mundo. more

Instagram

Dearly Tay / Theme by BD.