3 de jun. de 2020

Sobre o bambu chinês e lições de vida

Hey gente, tudo bem com vocês?

Vocês já sentiram como se vocês sempre fizessem tudo certo, mas continuam sem ver os resultados positivos disso? Nenhum progresso é linear e a gente sempre vai estar em um espiral do medo entre continuar fazendo o que faz, mesmo sem ver os resultados logo ou desistir.

Eu estava bastante chateada esses dias por sempre dar o meu melhor e não receber créditos por isso. E também estava bem chateada com o blog, por não conseguir escrever as coisas que eu queria. Anda sendo bem conflituoso não conseguir expressar as coisas. Eu estou muito dividida entre continuar tentando deixar o blog como na minha cabeça, começar do zero ou desistir de vez. Tenho blog faz quase dez anos, e já teve tantas mudanças, mas eu me sinto estagnada criativamente falando. É como se eu não tivesse mais sobre o que falar.

Esses dias, eu estava nesses meus dramas que só aparecem de madrugada e fui conversar com um amigo e ele me enviou um texto sobre o bambu chinês que me fez refletir bastante.

Dendrocalamus giganteus é o nome cientifico do Bambu-gigante/ bambu chinês e o crescimento dele é muito semelhante ao nosso desenvolvimento pessoal.



Após ser plantado, só é possível ver o pequeno broto do bambu por anos, isso porque todo seu desenvolvimento está sendo feito debaixo da terra. Enquanto não vemos, o bambu está criando suas raízes e aperfeiçoando todo seu sistema que o sustentará no futuro, e então, depois de 5 anos o bambu cresce e consegue atingir até 25 metros. Quem olha o pequeno broto pode achar que nada ali está acontecendo e que foi uma grande perda de tempo ter plantando, sem ao menos esperar para que o bambu chinês esteja pronto. E é basicamente isso que acontece na nossa vida, a gente faz tudo o que acha que é certo, mas quando não vemos resultados, achamos que está tudo errado. O que a gente não se dá é tempo e paciência.

Somos muito suscetíveis a comparações e achar que não estamos fazendo algo bem ou como deveria, mas deveríamos estar simplesmente fazendo o que gostamos e o que vier disso é lucro. Estou tentando sempre me lembrar que só porque não estou satisfeita no momento, não significa que mais para frente não ficarei agradecida. Um passo de cada vez nos leva longe, a chave é sempre a paciência e não desistir.

O bambu chinês demora 5 anos para chegar no lugar que deveria, mas isso não significa que nos outros 4 ele não trabalhou duro. Nós, pessoas, não temos uma data certa e por isso que devemos sempre continuar, para não desistir na véspera do nosso grande dia.

Beijos

18 comentários:

  1. Adorei que maravilha

    Segredosdamarii.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. uma bela reflexão, temos que ter muita paciência mesmo

    beijo
    A mina de fé

    ResponderExcluir
  3. Esse comparativo com o Bambu é sensacional. Temos de ter paciência sempre (coisa que as vezes me falta), mas é o que ajudará a chegar mais longe.

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Essa frase final realmente pega a gente...
    E sim, já tive muitos momentos assim, de fazer tudo certo e não ver retorno no que faço.
    Agora que voltei ao trabalho essa sensação está querendo voltar a aparecer.
    Mas gostei muito dessa analogia com o bambu. Cada pessoa tem seu próprio tempo e tudo acontece quando tem que acontecer.
    Espero que se sinta mais motivada ♥

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito dessa comparação. É incrível como vamos crescendo de pouquinho em pouquinho, e do nada o resultado aflora igual um bambu de 25 metros!

    ResponderExcluir
  6. É super normal se sentir sem criatividade nesses tempos, mas busque ver, ler, assistir coisas fora do seu nicho ou até mesmo assuntos que ama. Ampliar a mente e sair da zona de conforto nos torna melhores. E aliás, não sabia dessa lição do bambu, extremamente pertinente.
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  7. Great post. Thank you for sharing.

    New Post - https://www.bibliothequeduparfums.com/2020/05/summer-fragrances-2019.html

    ResponderExcluir
  8. Amei essa metáfora sobre o Bambu, e realmente, as vezes nos falta paciência. Assim como sou a favor de mudar e buscar estar satisfeito, também vejo benefícios em observar as pequenas conquistas e colher seus frutos com o tempo.
    Beijo,Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  9. Amei essa metáfora sobre o Bambu, e realmente, as vezes nos falta paciência. Assim como sou a favor de mudar e buscar estar satisfeito, também vejo benefícios em observar as pequenas conquistas e colher seus frutos com o tempo.
    Beijo,Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  10. Seu amigo foi muito sábio em compartilhar esse texto com você. E obrigada por repassar para a gente. ♥ Aliás, paciência é a palavra-chave, mas têm dias que ela fica escondida e faz a gente surtar. E as coisas acontecem aos poucos mesmo. É que eu acho que a gente tem mania de ver as outras pessoas que nos inspiram ou são referências já no auge e esquecemos o quanto elas batalharam por aquilo. Tem muita estrada pela frente e a gente tem que aprender a aproveitar a trajetória. E olha têm dias que eu fico desanimada com o blog, mas lembro o quanto já conquistei. Então, sempre que ficar desanimada veja quantos posts incríveis você já escreveu. Como esse, por exemplo! ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  11. Muito bacana o texto que seu amigo compartilhou com você. Acho que as coisas são graduais e a gente vai melhorando as coisas com o tempo. Te entendo em como é difícil produzir conteúdos por tanto tempo e as vezes se sentir insatisfeita. Acho que são fases na nossa vida. Se seve de consolo: eu gosto bastante de tudo o que você posta por aqui, principalmente os textos que escreve.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  12. Já tive momentos assim e essa comparação com o bambu é incrível.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  13. Olá, Tay.
    Eu adoro essa analogia com o bambu. E ainda o bambu enverga mas não quebra. Muito sábio seu amigo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  14. Oi Tay, tudo bem?
    Adorei a história do bambu e a metáfora para o nosso próprio crescimento. Muita coisa realmente se desenvolve do lado de dentro.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  15. Este post veio numa hora certa, hoje mesmo acordei com essa sensação de coisas que não vão pra frente nunca e tudo parece que da errado e essa reflexão ajudou muito!

    Beijoos,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  16. Nossa eu amei demais essa metáfora! Vou salvar aqui porque é perfeito para refletir. Eu sempre acho que nao estou fazendo nada e não progrido.
    Beijos,

    Marcela Miranda

    ResponderExcluir
  17. Que bela reflexão! Não desista agora, você está chegando no seu momento. Que a criatividade volte logo. Você tem muito para mostrar ainda.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

DEARLY TAY
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL