Livros Lidos em Dezembro

Hey gente, tudo bem com vocês?

O ano acabou e com ele as minhas leituras de dezembro. Esse mês foi bem tranquilo, mas no final acabei ficando com uma ressaca literária leve.


Eu queria ler livros temáticos esse mês, mas peguei um livro errado da lista e desisti de tudo dai fui lendo o que sentia vontade.


Vamos ver quais foram as leituras?


 

O Livro do Conforto - Matt Haig

 

No mundo estressante e imediatista em que vivemos, é cada vez mais comum que as pessoas desenvolvam doenças como transtorno de ansiedade e depressão. Sentimentos de angústia, medo do futuro, vazio e profunda tristeza podem chegar de mansinho e tomar conta de tudo, e às vezes parece que nada vai melhorar. Mas vai. Esta é a principal mensagem de O livro do conforto, um compilado de reflexões, dicas e pequenas doses de esperança que nos consolam, ajudam a atravessar momentos difíceis — ou a nos fortalecermos para eventualmente encará-los — e oferecem novas maneiras de ver o mundo e a nós mesmos.

 

Eu gosto muito do Matt Haig e das coisas que ele compartilha nos livros dele. Enquanto estava fazendo a leitura desse livro, em muitos momentos eu fazia anotações mentais para escrever aqui no blog, mas ao finalizar a leitura, eu esqueci tudo. E esse é o problema desse livro, ele faz muito sentido durante leitura e você sabe que são coisas que você precisa ouvir, mas você precisar anotar para durar.


Esse livro é uma ótima leitura e eu li em e-book, mas recomendo ter o livro físico para ler outras vezes. O autor também disponibiliza uma lista de recomendação de filmes e músicas.

 

A Troca - Emma Wildes

 

O Lord Adam Trevor está em uma situação complicada. Casado com a mulher de seus sonhos, ele descobre que está incapacitado de consumar a união que aguardou por tanto tempo, devido a um acidente recente. Os médicos garantem a Adam que ele ficará curado, mas enquanto isso não acontece, ele não quer admitir para a futura esposa que ele não é capaz de ser homem. Se ao menos seu irmão gêmeo Alex, um libertino inveterado com um imenso apetite para mulheres bonitas, tomasse seu lugar, talvez sua adorável esposa não precisasse saber...

 Jacqueline é a mulher mais sortuda do mundo. Casada com o homem que adora, sua vida é um conto de fadas... só que seu marido é muito diferente, durante o dia, do amante sensual e de sangue quente que a visita todas as noites. Confusa e surpresa, só após uma dança em um evento social com seu cunhado charmoso e sedutor, ela passa a se perguntar se pode ter havido uma troca.

 

Achei o livro problemático, mas por umas resenhas que li achava que iria passar mais raiva. O livro é sobre o Lord Adam Trevor, que se casou com a sua Jacqueline, mas ele tinha sofrido um acidente e não contou pra sua amada que estava tendo problemas sexuais, então ele tem a brilhante ideia de guardar segredo e mandar seu irmão gêmeo consumar o casamento para sua esposa não desconfiar de nada.


Esse livro é tão errado em diversos níveis que enquanto eu lia eu repetia 'só acredito vendo' e mesmo vendo eu continuava sem acreditar. Eles mantêm por um tempo essa fraude sexual e quando a Jacqueline descobre e a gente acha que vai acontecer o barraco, o livro acaba.


É um livro bem curto e rápido de ler, mas eu não recomendo.

 

Vista Chinesa - Tatiana Salém Levy


Estamos em 2014. Euforia no Brasil e especialmente na cidade do Rio de Janeiro. Copa do Mundo prestes a acontecer, Olimpíadas de 2016 à vista. Tempo de esperança e construção. Júlia é sócia de um escritório de arquitetura que está planejando alguns projetos na futura Vila Olímpica. No dia de uma dessas reuniões com a prefeitura, Júlia sai para correr no Alto da Boa Vista. A certa altura, alguém encosta um cano de revólver na sua cabeça e a leva para uma área baldia. É estuprada. Deixada largada e exangue na mata, ela se arrasta para casa, onde o namorado e alguns familiares a esperam. O rosário de dor é descrito com crueza e qualidade literária poucas vezes vistas em nossa ficção.

 

Vista Chinesa estava na minha lista com 50 livros para ler em 2022, mas eu li logo. O livro fala sobre violência sexual, então tem bastante gatilho.


O livro é bem direto e é em formato de  personagem escrevendo uma carta para contar sua história para os filhos. No livro, conhecemos a dor da Júlia (que é baseada em uma história real), mas também vamos conhecendo como ela conseguiu sua sexualidade de volta, como ela achou seu caminho de volta para si.


Eu achei o livro bem forte e que mostra como o estupro não acaba quando ele acaba, se estende no momento de contar o que aconteceu, de tentar encontrar justiça, de tentar seguir a vida.

 

O Bebê é Meu - Oyinkan Braithwaite

 

Em O bebê é meu (The baby is mine), a nigeriana Oyinkan Braithwaite cria um história de suspense e humor ácido que envolve duas mulheres que disputam a maternidade de um bebê. Numa cidade da Nigéria, no período de lockdown durante a pandemia da Covid-19, um casal se separa. Ele, Bambi, é expulso do apartamento onde vivia com a namorada Mide, e busca refúgio na casa de seu tio – falecido no início do surto. Surpreende-se ao encontrar a casa habitada: pela viúva do tio, Bidemi, pela ex-amante do tio, Esohe, e por um bebê. O mistério consiste em descobrir, em meio a uma situação de isolamento, quem é a mãe do bebê: Bidemi ou Esohe?

 

Sendo o segundo livro que leio da Oyinkan Braithwaite, O Bebê é Meu é um livro que se passa durante a pandemia. Bambi é o típico cara que gosta de trair, mas não gosta de ser pego e após ser pego pela namorada, precisa encontrar outro lugar para ficar durante a pandemia e vai para a casa do tio falecido.


Chegando na casa, ele encontra a viúva, a amante e um bebê que ambas dizem ser seu e ele precisa descobrir quem é a mãe para proteger o bebê.


Esse livro e bem curtinho e bem baseado no Julgamento De Salomão. A autora soube trabalhar bem no enredo, e em poucas páginas nos faz desconfiar de todo mundo além de expor o machismo no meio da situação.



 

Evidências de uma traição - Taylor Jenkins Reid


Querido estranho...

Uma jovem desesperada no sul da Califórnia se senta para escrever uma carta para um homem que ela nunca conheceu – uma escolha que mudará sua vida para sempre.

Meu coração te pertence, David. Mesmo sabendo que eu não te conheço...

Pouco a pouco, a correspondência entre Carrie Allsop e David Mayer revela os detalhes de um caso devastador entre seus cônjuges. Ao longo das cartas, eles confessam seus medos e compartilham sentimentos escondidos no fundo de suas almas, tentando decidir como seguir em frente.

Contada inteiramente por meio de cartas, Evidências de uma traição é uma história de decepções, mágoas e segredos, mas também de perdão e recomeços, e de como, no caso de algumas pessoas, a dor pode libertar.

 

Ai, ai, ai. Eu amo a Taylor Jenkins Reid e esse conto epistolar que ela entregou. Evidências de uma traição é uma troca de cartas entre duas pessoas que estão sendo traídas pelos seus cônjuges. Ao longo das cartas, vamos descobrindo mais sobre os dois, seus medos e eles começam uma amizade.

 

Esse conto foi uma delícia de ler, eu me afeiçoe aos personagens e passei a torcer pela felicidade dos dois.

 

O final foi bem inesperado, mas eu gostei.

 

Pretty Girl-13 - Liz Coley

 

Três anos se passam, e Angie Chapman reaparece sem qualquer lembrança desse período. Como se o tempo tivesse parado. Ela ainda acredita ter treze anos e insiste que dali a três semanas vai para o oitavo ano. Angie não se reconhece na imagem da garota alta e magra que aparece refletida no espelho toda vez que se olha. E nem faz ideia do que são aquelas marcas e cicatrizes no seu corpo. Pretty Girl – 13 um mistério psicológico fascinante e perturbador em que a garota Angie tem de juntar os flashes de sua memória para descobrir a sua verdadeira identidade, ou seriam identidades?

 

Esse livro também gatilhos. Nesse livro embarcamos na jornada da  Angie Chapman, que em uma manhã está indo fazer xixi nos arbustos perto de onde está acampando e logo depois aparece na rua de casa, sem lembrar de nada com seus pais falando que havia sido sequestrada três anos atrás.

 

Eu sempre via a capa do livro e a sinopse e ficava louca para ler, mas logo esquecia e lia outro livro. Quando finalmente peguei para ler, não conseguia parar de ler.

 

É um livro pesado, cheio de 'eita' atrás de 'eita' e totalmente memorável. Esse livro é bem fechadinho e você não vai terminar o livro achando que está faltando algo.

 

Mil Beijos de Garoto - Tillie Cole

 

Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

 

Eu amei o enredo geral desse livro, mas achei que tem muito hype em cima.

 

Eu li depois de ver vários vídeos no tiktok falando bem, mas não foi o que eu esperava. A história é super fofa e triste, mas ainda sim, dá um calorzinho no coração. Eu amei a Poppy, ela é uma personagem incrível, mas o Rune é bem tóxico.

 

Os pontos que me incomodaram no livro foi a autora normalizar crianças de 8 anos se beijando, acho que dava para criar uma história muito boa mesmo não fazendo as crianças serem precoces. Outro ponto que me incomodou muito foi o Rune ser babaca com os pais e mesmo assim, eles não darem pelo menos uma dura nele. E também, a outra repete muito algumas partes que seriam resolvidas facilmente se os protagonistas sentassem e conversassem normal.

 

Quando eu estava quase terminando o livro, peguei um spoiler e estragou toda a minha experiência e comecei a enrolar para finalizar e descobrir o que iria acontecer.

É um bom livro para quem quer ler um romance.


No Body No Crime - Yas Kettermann


ESTE AMIH desapareceu logo após descobrir a traição de seu marido, fato que já foi suficiente para levantar diversas especulações pela cidade. No entanto, o que os moradores dessa pacata cidade não esperavam é que o marido também desapareceria tempo depois.

Quem é o responsável pelo desaparecimento do casal? O criminoso é o mesmo ou seriam pessoas diferentes?

 

No Body No Crime é um conto baseado na música de mesmo nome da Taylor Swift. Nele, vamos seguir a amiga de Este Amih que desaparece depois de conta para uma amiga que iria confrontar o marido por uma suspeita de traição. Dois meses após o desaparecimento, a amiga decide tomar uma atitude e então toda a história se desenrola.


É um conto bem rapidinho disponível no Kindle Unlimited e por mais que seja fiel a canção, o conto tem um plot bem bacana. O único problema são alguns furos na história, mas fora isso, super vale a pena.


 

Oblivion - Fabrício Martins, Laura Jardim


Anna é uma pessoa normal.

Tem poucos amigos verdadeiros, uma família que não a entende completamente, um trabalho repetitivo que seria até suportável se não fosse um chefe terrível e tem bem menos dinheiro do que gostaria.

Tudo normal, certo?

Mas ultimamente tudo parece pesar mais. Um desânimo persistente e tristeza começou a acompanhar Anna.

Mas uma solução acaba de surgir: o apagamento da memória.

Centenas de pessoas já usaram esse procedimento cirúrgico para esquecer lembranças e traumas ruins. O processo é caro, mas existe uma solução mais barata: um apagamento geral de todas as lembranças. Mesmo ainda assim, cada vez mais e mais pessoas procuram o tratamento para reiniciar sua vida.

A história segue nossa protagonista, enfrentando bons e maus momentos, enquanto encontra seus amigos, familiares e colegas de trabalho, sempre refletindo sobre a pergunta: “E se eu abandonasse tudo para começar de novo?”

 

Esse livro é uma HQ disponível no Kindle Unlimited e é totalmente incrível. Nele, acompanhamos a Anna, que é uma pessoa como todo mundo, mas que está presa me rotina e que tem problemas em dizer não. Após passar por alguns problemas, ela decide apagar suas memórias com uma cirurgia.

 

Essa HQ vai nos levando pelos motivos que a levaram a tomar essa decisão e também sobre a ajuda que ela tem de um assistente pessoal robô que tem personalidade e está disposto a ajudar Anna.

 

Uma leitura bem rápida e com desenhos incríveis.

 

The Mistletoe Motive - Chloe Liese


Ele detesta os feriados. Ela os ama. Ela está cheia de alegria festiva. Ele está cheio de Bah, Humbugs. Além de nomes pouco razoáveis, a única coisa que Jonathan Frost e Gabriella Di Natale têm em comum é uma boa dose de desprezo mútuo. Bem, esse e o mesmo local de trabalho na livraria independente mais querida da cidade, a Bailey's Bookshop. Mas quando os donos da loja confessam sua terrível situação financeira, Jonathan e Gabby descobrem outra infeliz semelhança: a ameaça iminente de desemprego.

Com os pedidos dos Baileys para minimizar despesas, conquistar novos clientes e fazer vendas recordes dançando em suas cabeças, Jonathan e Gabby concluem - exceto por um milagre financeiro de Natal - um deles logo será cortado da folha de pagamento. Nenhum dos dois quer demitir-se, então fazem um trato: quem tiver mais vendas em dezembro fica no ano que vem; o perdedor vai renunciar. Com uma vida inteira de truques festivos na manga, Gabby deveria facilmente vender mais que seu nêmesis, exceto que cada movimento ilegível do Sr. Frost parece puramente projetado para tirá-la de seu jogo.

Como se isso não bastasse, o enganador ex de Gabby não para de persegui-la, e seu amigo anônimo online sugere que eles façam uma pausa. Pior de tudo, conforme aumenta a pressão para salvar a livraria e seu emprego, Gabby conhece um novo lado terno de Jonathan. Este é o mesmo homem que ela chamou de inimigo de coração frio?

Talvez ele tenha um motivo que ela simplesmente não consegue descobrir - ou talvez Jonathan Frost não seja tão frio quanto ela pensava. Talvez Jonathan e Gabby já se conheçam - e se amem - de maneiras que nunca pensaram ser possíveis.

 

Para dizer que não li nada com tema de natal, comecei a ler The Mistletoe Motive e adorei. O livro conta com  enemies to lovers e slow burn, mas é super fofinho e curtinho para ler em um dia. No livro, temos dois funcionários de uma livraria que vivem numa guerra, mas quando param para ver tem mais em comum que diferença.

 

É uma história super clichê, mas é ótimo acompanhar a história de Gabby e Jhonantan e ver que a autora trabalhou com representatividade.

 

Eu queria um desenvolvimento maior da história, mas entendo e até fiquei 'satisfeita' em como tudo ficou.


E você, o que leu em dezembro?  

Beijos

7 comentários

  1. Olá, Tay.
    Consegui ler bastante esse mês por conta das minhas férias. Mas dos que você leu eu só li A Troca que achei bem ruim hehe.
    Feliz ano novo e boas festas para você e sua família.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. WOW, you did read so much! And so many great books. Thanks for the delicious reviews! I loved them. Thanks so much! All the best to a great new year! Much Happiness!

    ResponderExcluir
  3. LOVE THIS! So cool. I will definitely put many of these on my list! Such a variety! Thanks so much for your insight! Happy New Year!

    ResponderExcluir
  4. This is so great! I LOVE your reviews! Thanks for this mega post! I so appreciate it. Wonderful to know what you are reading. Happy Year's! Stay safe!

    ResponderExcluir
  5. Hay libros geniales. Te mando un abrazo y te deseo un genial año para ti y tu familia.

    ResponderExcluir
  6. Geniales libros. Te mando un abrazo y te deseo un genial año para ti y tu familia.

    ResponderExcluir

Hello friend!
Eu sou a Tay Ribeiro, tenho 26 anos e moro no interior do Goiás. Viciada em vídeos de gatos fofos e em fazer listas. Aqui você encontra todas as coisas que eu mais gosto no mundo. more

Instagram

Dearly Tay / Theme by BD.